Origem do Café

A planta é originária das montanhas da atual Etiópia, nordeste da África. È da família da rubiáceas que produz o grão Coffea Arábica e Coffea Canephora. A historia conta que o uso da bebida começou por acaso. Um pastor de cabras pastor observou que os animais ficavam espertos e saltitantes ao comer folhas e frutos do cafeeiro. Ele então, experimentou e sentiu os mesmos efeitos.

O conhecimento sobre as reações da bebida se espalhou. No século XVl o café chegou ao Oriente. O grão foi torrado pela primeira vez na Pérsia.

Na Arábia, a infusão do café recebeu o nome de “Kahwah” ou “Cahue”, que significa em árabe “força”.

O café também alcançou Damasco, Alepo, Istambul e Cairo. Cidade que se tornou o grande centro distribuidor do produto. Para manter o monopólio da produção, os árabes permitiam que saíssem do país previamente fervidos. Dessa forma, eles não germinariam em outras terras. Mas o dinamismo do comercio internacional levou o café a Jawa e depois Holanda. Por meio dos holandeses com a companhia das Índias Ocidentais de comercio marítimo, a planta foi introduzida no novo mundo: Guianas, Martinica, São Domingos, Porto Rico e Cuba.